quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Contos de um Cotidiano Conturbado: Se Expande e se Espraia

Contos de um Cotidiano Conturbado: Se Expande e se Espraia: É fato que a cada ano que se passa, achar um amigo verdadeiro torna-se algo mais raro. Não. Não falo de amigos de boteco, balada ou coleg...

domingo, 6 de novembro de 2011

O ETERNO (Mônica Coropos, 2011)

O Eterno tem feito muitas coisas por nós.
O Eterno tem nossas vidas sob Seu controle.
O Eterno nos livra da morte.
O Eterno nos sustém e acolhe.
O Eterno nos comove com Sua presença verdadeiramente presente.
O Eterno é, e, por isso, tudo com Ele, Nele e para Ele tem dimensões sobrenaturais, inimagináveis.
O Eterno tem feito muitas coisas por nós.
Ele faz além do que pedimos ou pensamos.
Mas nos revela pouco a pouco seus desígnios.
Porque, em nossa humanidade, não saberíamos suportar tamanhas experiências de uma só vez.
Que vivamos, a partir de agora, eternamente com o Eterno.
Aquele que, de eternidade a eternidade, é Deus.

(Para os amigos Gizeth Spinozza e Felipe Padilha)

sábado, 20 de agosto de 2011

Confissão (M. Coropos, 2011)

Meu coração dói no peito

E nesse momento, só e triste

Sinto a presença do que nunca abandona um ferido...

Sim, meu Deus, tenho te decepcionado conscientemente

Tenho me valido do teu perdão, da tua graça e da tua misericórdia

Mas hoje, recolhida e reflexiva,

Penso se valeu à pena...

Não me surpreendo contigo. Tenho te conhecido e sei que és Deus.

Quero me derramar, e só...

segunda-feira, 25 de julho de 2011


Li e ouço sempre conselhos que "devemos nos dobrar ao imperativo de seguir adiante, de nunca retroceder, de marchar sem que o passado atrapalhe". Mas eu confesso que muitas vezes não consigo! Parte de mim ainda pulsa pelo abraço, pelo cheiro, pelo lugar, pela conquista, amizade, pelo carinho, pelas risadas, pelas conversas, enfim, por algo que vivi e que foi bom... ou por uma dor, um fracasso, um desamor, uma desavença, uma derrota, uma perda... sempre há algo que insiste em voltar no gosto azedo do que nem tão bom ou até ruim - foi. Ontem, depois da insônia se instalar e me fazer ler e folhear alguns livros da cabeceira, peguei meu livro preferido. Sim, me rendi à Bíblia mais uma vez. Como alguém que necessita do alento imediato, fui a Salmos, e por ali fiquei, imaginando-me como os salmistas e suas vidas humanas, tão parecidas com a minha. Ah! Minha mortalidade me afronta. Na hora em que é imperativo seguir adiante, deixar o passado no passado, na hora em que a atitude da mudança depende de mim... eu me dou conta de que não passo de alguém limitado e débil, que depende da regência e intervenção do Soberano da vida, de Deus. E, para quem pensa que fico chateada com isso, um alerta: eu quero mais é render-me a Ele, e dizer-lhe sempre: De Ti preciso, Senhor!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

AMIGO (Mônica Coropos, 2011)

Amigo é presente valioso
Não se barganha, não se faz à força
É química do céu
É bálsamo na dor
Extensão de Deus na vida
É amor
Amigo é ter a alma conectada
E, mesmo na distancia, estar muito, sempre perto
É amar incondicionalmente, venha o que vier
É ter o ombro sempre pronto, o abraço sempre perto
O sorriso e o consolo
A lealdade e a cumplicidade
Amigo é alguém raro
Alguém com quem se pode contar
No choro e na alegria
Por tudo e pra tudo
É ser melhor porque se tem alguém
É ser grato porque não mais só
É certeza de que Deus uniu
Deus aprovou
Deus cuidou a ponto de ver que seríamos mais completos
E por isso nos fez amigos

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Andar pra frente (Mônica Coropos, 2011)

Andar pra frente
Erguer os olhos
Soltar do peito a angústia contida
Se vestir de esperança
Ver em perspectiva
Ter fé
Passos pequenos, mas firmes
Enfrentamentos inevitáveis
Rumo ao futuro
Rumo à alegria
Rumo ao que virá
Com perseverança
Com a bagagem certa
Com VIDA!
Com DEUS na vida!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Gangorra da vida (Mônica Coropos, 2011)

Sentimentos confusos
Vida e morte numa gangorra
Urgência de sair da dor e do cansaço que a vida apresenta,
Eventos negativos no dia-a-dia, fracassos, perdas, enganos...
Luta em todas as esferas
Rigidez,
Ações auto-destrutivas,
Problemas, sentimentos e pensamentos não compartilhados...
Guardados... Blindados... Fechados...

Quando o que nos aflige é solidão, desespero, desesperança, desamparo, rejeição
É hora de buscar ajuda!
É hora de receber a esperança de que as coisas podem mudar para
melhor!
Afinal, a vida é um aprendizado que vale a pena... Vamos juntos!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Fome de quê? (Mônica Coropos, 2011)

Fome de paz,
Fome de união,
Fome de sinceridade,
Fome de transparência,
Fome de música,
Fome de natureza,
Fome de vida.
O mundo tem fome:
Quem vai saciá-la?
Há um Deus que sacia toda a fome.
Há uma fome do tamanho de Deus.

Natureza primordial (Mônica Coropos, 2011)

Despir do velho homem os seus feitos
E viver novidade de vida, nova natureza
Sem ceder ao erro,
Sem ser escravizado pelo passado,
Lançar-me ao controle de Cristo,
E experimentar vitória.

Parece que a diferença entre alguém miserável e alguém feliz é o reconhecimento de que precisa deixar as coisas que para trás ficam, pois tudo se faz novo.
Nego, então, minha velha natureza
E abraço a nova, que prefiro chamar de natureza primordial.

terça-feira, 29 de março de 2011

Pessoas normais, momentos excepcionais (Mônica Coropos, 2011)

Somos limitados, sim.
Mas, o que acontece quando ousamos um pouco mais e fugimos dos nossos medos?
Que tal combinarmos vivermos um tempo criativo, idéias fora do papel, (re)início de projetos e sonhos?
Só pra constar: O "não" a gente já tem, né?
O que estamos esperando?

Peixe morto (Mônica Coropos, 2011)

Mar bravio,
Vento forte,
Correnteza...
E os peixes seguem seu anti-curso,
Nadando contra a maré,
Desafiando a correnteza,
Enfrentando a adversidade.]
Quero ser qual peixe vivo,
Que luta, apesar...
...Peixe morto é que se conforma,
e segue o fluxo,
sem reação.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Família (Mônica Coropos, 2011)

Ninho quente
Colo e ombros
Aconchego
Riso em risos
Choro em prantos
Lutas e batalhas
Vitórias
Alegrias
Abre-se o portão, sem campainha, sem nada...
Quem é família tem a chave, entra sem bater!

Relações imperfeitas (Mônica Coropos, 2011)

Mensagem que não vem
Ou que só vem quando se precisa
Quando o nosso ombro é lembrado
Quando a dor é insuportável
Quando os sorrisos se foram

Dói ver que existem relações assim
Unilaterais quase sempre
Egoístas quase sempre
Imperfeitas quase sempre

E pensar que, muitas vezes,
Agimos assim
Com Deus, com o outro...

Antes de dormir (Mônica Coropos, 2011)

Difícil decidir e ficar firme
Quando o coração grita por ceder
Quando tantas recaídas aconteceram
Chances foram dadas
Orgulho deixado de lado
Por amor, por amar

Difícil entender que,
Justamente porque se ama,
Deve-se deixar livre o pássaro,
Deve-se entender o tempo de recuar
Deve-se entender a reclusão

Difícil, mas possível
Se amar primeiro
Se dar depois

quinta-feira, 17 de março de 2011

PERDER ALGUÉM (Mônica Coropos, 2011)

Perder alguém
É morte por dentro
É vazio no peito
É no na garganta
É ter a mala vazia e estranhamente
mais pesada...
É saber que a vida segue,
Sem alguém que se amou
Perder alguém
É perder o chão
É descontruir
É reconstrução
É olhar as marcas do que um dia foi
E buscar forças pra seguir em frente
Não ficar doente
E, se doente, buscar ajuda
Pra uma cura de alma,
E fazer desse tempo
Oportunidade
Tarefa difícil a de tratar a perda de alguém que precisou ir
Pra gente ficar...

"Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar.. Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim,
aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre." (Bob Marley)

MEU SOCORRO ESTÁ ALI (Mônica Coropos, 2011)

DOR DE ALMA,
ANGÚSTIA,
LUTA,
VALE EMOCIONAL,
TERREMOTO.
ELEVO MEUS OLHOS - MEU SOCORRO ESTÁ ALI:
FIRME, MANSO, FORTE, AMÁVEL...
REFLEXO DO DEUS SOBERANO QUE ESCOLHEU SER AMIGO...
ELE ESTÁ COMIGO.
ELE NUNCA FALHA.
ELE NÃO TEM SOMBRA DE VARIAÇÃO.
ELE É O DEUS DO MEU CANTO,
MINHA ALEGRIA E PRAZER.
VIVO FIRMADO NESSA ROCHA
E DERRAMADO NOS SEUS BRAÇOS...

quarta-feira, 16 de março de 2011

ORAÇÃO (Mônica Coropos, 2011)

Pai,
nosso coração se derrama agora
impotente
diante de ti
De verdade, não temos nem palavras, nem ações, nem forças
pra dar conta de tanta coisa
Tudo é muito mais forte que nós
É por isso que nos rendemos agora
ao teu senhorio
ao teu cuidado
à tua direção
clamando por paz que excede TODO
o entendimento
clamando por cura de alma
clamando por socorro
por alívio
Se possível, Senhor,
vem aliviar nossa carga
Reconhecemos que está pesada no peito
Toma, Senhor, a rédea
e conduz cada situação ao seu desfecho
Eu peço que o Senhor derrame do teu amor sobre os lares,
sobre o corações,
E, se existe da Tua parte o escape
Que o Senhor mova cada "vareta entrelaçada"
E traga claridade,
Traga solução, seja ela qual for
Acalma o coração até que tudo possa chegar ao centro da Tua vontade
Segura-o em tuas mãos firmes
Que ele experimente de Ti e te conheça no meio de todas estas situações
Te exaltamos, independente do que esteja acontecendo
Porque o Senhor é o nosso amado
Obrigado por que tu estás aqui, na tempestade!
Isso nos dá a segurança
de que as coisas vão se aplainar em breve
Obrigado por tua companhia
Em nome de Jesus
Amém.

EGOÍSMO (Mônica Coropos, 2011)

Enquanto estou aqui
Envolto em meus dilemas, e conflitos
Amigos se destroçam,
se separam,
se machucam,
destroem famílias,
se auto-punem...
Ahhhhhhhhhhhhh!
Egoísmo é olhar pro umbigo
Enquanto o amigo geme,
Sozinho,
Porque eu estou muito ocupado em ser feliz...

Coração (Cláudio Manhães)

"Quando se sabe
Que o que se tem não é seu
Quando se tem pra si
Que o que se sabe vem do Céu

Dispõe-se então de toda vida
Põe-se então a repartir com os seus
Brota agora o coração de Deus

Quando se entende
Que é para amar que nasceu
Quando se sente o
Quanto a dor do outro lhe doeu

Dispõe-se então de toda vida
Põe-se então a repartir com os seus
Brota agora o coração de Deus

Coração que adora ama
Coração que ama serve
Mutualidade
Reciprocidade
Diferente é o coração
A diferença é o coração. " Cláudio Manhães

sábado, 12 de março de 2011

PENSAMENTOS QUE RASGAM AS RELAÇÕES HUMANAS (Mõnica Coropos, 2011)

PENSAMENTOS QUE RASGAM AS RELAÇÕES HUMANAS:

Amizade descartável
Desconsideração
Impotência
Valores
Injustiça
Influências
Querer-se mal
Sabotar-se
Divórcios
“qualquer um”, "qualquer coisa"
Deixa a vida me levar
Ódio
Indiferença
Adiar situações

Amigos velhos não servem se... (Mônica Coropos, 2011)

Observo as relações humanas e cada vez mais prezo meus velhos amigos! Nem sempre seremos plenamente estáveis e coerentes, já diria Cury, mas desprezar os velhos amigos beira o surto. Leia e veja se você um momento assim:

Amigos velhos não servem...

...se não queremos ser confrontados
...se queremos fugir dos problemas, de nós mesmos
...se estamos de saco cheio da vida pra aguentá-los com os mesmos problemas também
...se queremos ser aprovados em algo que sabemos que estamos errados e vamos nos dar mal
...se queremos curtir o momento sem pensar nas consequencias
...se estamos a fim de negar a autoridade que eles exercem sobre nós, pois a conquistaram
...se estamos na fase "como é fácil ser difícil", "nada dá certo pra mim", e meu amigo deve ser o culpado
...se queremos representar um teatro pra quem não nos conhece a alma
...se queremos parecer "evoluídos", e nos sacrificamos para ser aceito num grupo de conversas desimportantes e aborrecidas (m grande sofrimento, ter que sentir o tédio da convivência medíocre...)
...se não queremos crescer e amadurecer
...se não queremos nos envolver e nem ajudá-los
...se estamos numa de ser "centro do universo", no momento mais egoísta
...se nosso jeito de nivelar a vida está caindo de padrão
...se nosso coração se fechou pro amor desinteressado de uma verdadeira amizade.

Respeito quem pensa diferente. Mas lamento... Quero que meus velhos amigos sempre saibam o quanto os considero em alta honra e respeito. Tenho dito.

"O que é do coração é o mais sincero na vida..."

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Segredo do sucesso (Mônica Coropos, 2011)

Tarefas são executadas...
Sonhos são realizados...
Visões são compartilhadas...
Missões são cumpridas...
Objetivos são conquistados...
Metas são vencidas...


... Quando pessoas trabalham duramente, mas de coração
.

"Assim, edificamos o muro, e todo o muro se cerrou até a sua metade, porque o coração do povo se inclinava a trabalhar. (Neemias 4.6)

Por fim o muro foi acabado até a metade de altura que ele tinha antes, ao redor da cidade toda - pois os homens trabalhavam duramente." (Neemias 4.6 - Bíblia Viva)

Bonança (Mônica Coropos, 2011)

Tem hora que parece sonho...
Respostas ouvidas...
Surpresas maravilhosas... Alegria nexplicável...
Paz que excede...
Tudo fluindo...

Olho pra mim: sei que não mereço!(Não é porque fui "bonzinho" ou fiz boas obras... não, não mesmo! rs)

Olho pra Deus: vejo Sua benevolência, sua bondade, sua graça..

... e vivo intensamente o tempo da bonança, cheia de gratidão!

Oração ao meu Rei e Senhor (Mônica Coropos, 2011)

Meu Rei e Senhor
Vem me tratar com Teu real favor
Vem me limpar dos pecados meus
Quero agradar ao Nome Teu
Obedecer e ser fiel
Te conhecer de perto, Emanuel!
E fazer parte do povo que Deus salvou
Para te honrar com tudo o que sou.

VIDA QUE RENASCE (Mônica Coropos, 2011)

Vida que sempre renasce
Quando o foco esá em Deus
Quando agradá-lo é o que importa
Quando tudo parece nada ante a Sua grandeza

Vida que sempre renasce
Quando os sonhos meus são os teus
Quando se vive o amor que ensinas
Quando a líder vira menina

Vida que sempre renasce
Porque exist Alguém que direciona


Essa é a vida que funciona:

A VIDA QUE RENASCE EM DEUS!

CHEIO DE TI (Mônica Coropos)

Cheio de Ti
Qual vaso que transborda
Tal flor que desabrocha
Tal grito que estronda

Cheio de Ti
Espírito que invade
Entranhas, intelecto
Razão e emoções

Cheio de Ti
Criança que confia
Adulto que desmonta
Servo que adora
Vaso que transborda
Só porque está cheio de Ti...
... e chora.


segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Novos Projetos para 2011!

Em 2011 teremos novidades em termos de Projetos. Além dos já consagrados FECEM e MOSTRA DE DANÇA, foram aprovados pela Coordenação da Extensividade da SME:

MOSTRA DE VÍDEOS E CURTAS - previsto para JULHO

SEMANA CULTURAL - previsto para NOVEMBRO

CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES da Rede Municipal - ao longo do ano


Em breve, mais informações!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Você é importante (Mônica Coropos)

http://euevangelizocriancas.blogspot.com/2009/05/cantico-gosto-de-ajudar.html

Este cântico faz parte do CD Três sementes, com composições minhas para a UFMBB. É muito contagiante, ideal para boas-vindas e para trabalhar a auto-estima de crianças grandes e pequenas!

Gosto de Ajudar (Mônica Coropos)

http://euevangelizocriancas.blogspot.com/2009/05/cantico-gosto-de-ajudar.html

Hora do Abraço (Mônica Coropos)






Visual encontrado no site:

http://euevangelizocriancas.blogspot.com/2009_05_01_archive.html

Deus é o criador do mundo (Mônica Coropos)

Este cântico é uma gracinha. Ele faz parte também do cd Três sementes que você vai encontrar no site da UFMBB.O visual abaixo, encontra-se no site: http://euevangelizocriancas.blogspot.com/2009/08/cantico-deus-e-o-criador-do-mundo.html

Só uma curiosidade: esta música foi composta em parceria com o meu pai, Fernando Coropos, quando ainda era criança!

http://3.bp.blogspot.com/_qywrx7AyfSQ/Snd6PzgqthI/AAAAAAAABIM/AkeWCe7jD7g/s400/1.png

http://2.bp.blogspot.com/_qywrx7AyfSQ/Snd6PVuHtlI/AAAAAAAABIE/uMdJYhEKtaA/s400/2.png

http://2.bp.blogspot.com/_qywrx7AyfSQ/Snd6PEvgCcI/AAAAAAAABH8/RwAOd9c2Q-Q/s400/3.png

No Chile, com a AMBB

Tânia Kammer, Presidente da AMBB para o JORNAL DE MISSÕES

Cerca de 40 músicos filiados à Associação de Músicos Batistas do Brasil formaram o Coro da AMBB que percorreu diversas cidades chilenas em comemoração pelo Centenário Batista no Chile. Eles estiveram naquele país, entre os dias 11 a 21 de abril, a convite da União das Igrejas Batista
do Chile (UBACH) e realizaram um trabalho missionário voluntário.

Chile foi o primeiro campo missionário dos batistas brasileiros. Foi a partir de 1908 que passamos a sustentar nosso primeiro missionário da terra, o Pr. Wenceslao Valdívia. E nessa viagem, que durou 10 dias, pudemos ver o fruto desse esforço missionário.

Com nosso canto pudemos acender a chama missionária dos irmãos chilenos (este era um dos objetivos da viagem). Tivemos oportunidade de conversar com diversos pastores e líderes e todos foram unânimes em afirmar que o Chile precisa voltar seus olhos para missões.

Cantamos em várias cidades. Em Santiago ficamos hospedados no charmoso Seminário Batista e atuamos de maneira significativa na Igreja Batista de Providência, que é dirigida pelos missionários Pr. Armando e Catarina Oliveira. Ali dirigimos as classes da EBD, pregamos e cantamos no culto. A Ministra de Música Mônica Coropos realizou um trabalho de treinamento e musicalização infantil. Presenteamos aquela igreja ofer-tando-lhe os seguintes instrumentos: nove violinos, duas violas, um violoncelo, uma flauta transversal, um clarinete, um bandolim, dois violões e 10 flautas doces.

Estávamos sempre vestidos com o lindo agasalho patrocinado por Missões Mundiais que continha as logomarcas da JMM e da AMBB. Em cada parada para um lanche ou numa breve visita pelas cidades, todos queriam saber quem éramos, já que estávamos identificados pelos uniformes. Assim, podíamos testemunhar de Jesus e convidá-los para participar dos cultos. Em Puerto Montt tivemos a oportunidade de falar numa rádio local; à noite, a igreja cheia! As pessoas vieram atraídas pelo Coro da AMBB e saíram com a mensagem do Evangelho.

No último culto que participamos, no dia 20 de abril, na PIB de Temuco, entregamos uma placa que continha a logomarca da AMBB (uma clave de sol inserida no mapa do Brasil). Desafiamos aquela igreja a, sempre que olhasse para aquela placa, orar pelo Brasil. Depois, fomos presenteados com um lindo quadro de madeira retratando o artesanato chileno. Também fomos desafiados pelo Pr. Edgardo Salanca Mancilla, Presidente da Ordem dos Pastores do Chile, a enviarmos mais missionários ao seu país. Ele destacou que a maior necessidade, no momento, é por obreiros que estejam aptos a trabalhar na área de Música.

Fica, pois, o desafio. Que vocações sejam despertadas e talentos entregues no altar do Senhor, para que Ele os use de acordo com Sua vontade. Quanto ao mais, vivam sempre na harmonia do amor de Deus Pai, embalados pela doce melodia da graça do Senhor Jesus e com os corações pulsando no ritmo e compasso das consolações do Espírito Santo.

27º Congresso da AMBB Tema - Deus tem o mundo em suas mãos

Músicos batistas realizam encontro antes da Assembleia

# Convenção Batista realiza Encontro Nacional de Ação Social
# Encontro pedagógico direciona professores para o sucesso em 2011
# Trans Mundial promove 4º Congresso de Capelania Escolar
# Cerca de 3 mil pessoas participam de noite misionária em Niterói - RJ
# Ministério Família e Graça realiza 2º Encontro Nacional de Casais

Nos dias 19 e 20 de janeiro, a Associação dos Músicos Batistas do Brasil (AMBB) realizará, na Primeira Igreja Batista de Niterói (RJ), o Congresso dos Músicos Batistas. O tema este ano será “Deus tem o mundo em suas mãos” e o evento contará com o pastor Renato Cordeiro como orador oficial.

As expectativas para o congresso são muitas. “Esperamos ter bastante gente no evento”, afirma a presidente da AMBB, Tânia Kammer. Este ano o encontro terá a participação do compositor Camp Kirkland, autor de cantatas como “Experiência com Deus”, “Deus conosco”, “Deus por nós” e “Deus em nós”. Kirkland ministrará a oficina Conversa Afinada, destinada a compositores e orquestradores. Segundo a presidente da AMBB, será formada uma grande orquestra com os congressistas que se apresentará na Assembleia da CBB.



Durante o encontro serão oferecidas as seguintes oficinas: Conversa afinada, regência (estilos), psicologia da música, musicalização de bebês, arranjos clássicos e de base, canto, backing vocal, música e tecnologia e preparo vocal de vozes infantis.



A AMBB - Associação dos Mùsicos Batistas do Brasil - promoveu o Congresso Infanto-Juvenil, dirigido por Monica Coropos e equipe. Atividades como aulas de canto, violino, flauta-doce, teclado, violão, musicalização e jogos recreativos foram ministradas por uma equipe com ministros, educadores e voluntários de várias igrejas Tudo foi voltado e preparado para a área de música infanto-juvenil na igreja de hoje, onde a galerinha quer e pode fazer muita coisa para o Deus que tem o mundo em Suas mãos.


27º Congresso da AMBB

Tema - Deus tem o mundo em suas mãos

Orador Oficial - Pr Renato Cordeiro



19 e 20 de Janeiro de 2011

Regente do Coro: MM Urgel Rusi Lóta - da PIB da PENHA, SP

Pianista - Lucy Ferreira

Prática de orquestra: Camp Kirkland - EUA

**********************

DEUS TEM O MUNDO EM SUAS MÃOS

Oficinas:


1. Conversa afinada - Camp Kirkland - para compositores e orquestradores

2. Regencia (estilos) - Donaldo Guedes

3. Psicologia da música - José Davidson

4. Musicalização de bebês - Amélia Zini

5. Arranjos clássicos - Lucy Ferreira

6. Arranjos de Base - Leonardo Gomes

7. Canto (vozes agudas) - Ana Flávia Vianna

8. Canto (vozes graves) - Raphael Thomas

9. Back Vocal - Wagner Araujo

10. Música e Tecnologia - Marcelo Neles

11. Preparo vocal de vozes infantis - Jamile Evaristo

12. Congresso infanto-juvenil dirigido por Monica Coropos e equipe


Caso você deseje mais informações sobre o congresso faça contato com a presidente da AMBB pelo e-mail taniakammer@iebam.org.br




Fonte: Convenção Batista Brasileira

PIB Irajá em Guarulhos

http://www.youtube.com/watch?v=ssfabPoguPY

Usa, Senhor - HCC 433 (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=QWRt_ID7cT0

http://www.youtube.com/watch?v=GkWnwJkc9qY

MInha Decisão (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=7acNZHj-JT0

CD Três Sementes

30 músicas inéditas para crianças de 0 a 3 anos, contendo, inclusive músicas para datas especiais. Fornece como bônus o play-back da música Três Sementes.
Composições: Mônica Coropos
Edição: 2005

Ao teu dispor (Mônica Coropos)

AO TEU DISPOR
(Mônica Coropos)


Introdução – F C/F F // Dm C/D Dm // F/A Bb // Gm // Eb6 //


Bb/F F C/F F Dm Gm C
Eu quero ser usado, meu Senhor, com tudo o que tenho e que sou,
Gm C C/Bb Am Dm Dm/C Gm Eb6
Ser um vaso em tuas mãos, e canal do teu amor, instrumento vivo por onde quer que for.
Bb/F F F9 C/F F Dm Gm C
Quero falar da mudança que houve em mim, da nova vida que um dia alcancei,
Gm C C/Bb Am Dm Dm/C
Quero dar o meu melhor, te agradar e te servir,
Gm C4 Bb/C F
Em meus passos quero o teu querer cum - prir.
Bb C F C/F F
Eis-me aqui, sou um servo ao teu dispor,
Bb C Dm Gm C Gm C C/Bb Am Dm Dm/C
Reina em mim pra que o mundo possa ver tua luz em meio às trevas e tão grande salvação,
Gm Gm/C Bb/C F
que liberta o homem, traz a paz e dá per - dão.
Bb C F C/F F
Eis-me aqui, sou um servo ao teu dispor,
Bb C Dm Gm C Gm C C/Bb Am Dm Dm/C
Reina em mim pra que o mundo possa ver tua luz em meio às trevas e tão grande salvação,
Gm Gm/C Bb/C F
que liberta o homem, traz a paz e dá per - dão.

SOLO – C/F F // F // Dm C/D Dm // Dm7 // Bb Gm // Gm // Eb6 // Eb6

Bb/F F C/F F Dm Gm C
Eu quero ser usado, meu Senhor, com tudo o que tenho e que sou,
Gm C C/Bb Am Dm Dm/C Gm Eb6
Ser um vaso em tuas mãos, e canal do teu amor, instrumento vivo por onde quer que for.
Bb/F F F9 C/F F Dm Gm C
Quero falar da mudança que houve em mim, da nova vida que um dia alcancei,
Gm C C/Bb Am Dm Dm/C
Quero dar o meu melhor, te agradar e te servir,
Gm C4 Bb/C F
Em meus passos quero o teu querer cum - prir.
Bb C F C/F F
Eis-me aqui, sou um servo ao teu dispor,
Bb C Dm Gm C Gm C C/Bb Am Dm Dm/C
Reina em mim pra que o mundo possa ver tua luz em meio às trevas e tão grande salvação,
Gm Gm/C Bb/C F
que liberta o homem, traz a paz e dá per - dão. (Modulação)

C/E D/F# G D/G G
Eis-me aqui, sou um servo ao teu dispor,
C/D D Em Am D7 Am D D/C Bm Em Em/D
Reina em mim pra que o mundo possa ver tua luz em meio às trevas e tão grande salvação,
Am7 Am/D C/D G Em7
que liberta o homem, traz a paz e dá perdão.
Am7 Am/D C/D G Em7
que liberta o homem, traz a paz e dá perdão.
Am7 Am/D C/D G
que liberta o homem, traz a paz e dá perdão.

SOLO – D/G G // G // Em Em/D // Em7 // C Am7 // Am7 // F6 // F6 // G

Natal dos Gatos e Ratos - Direção Musical Mônica Coropos e equipe - PIB São João de Meriti

http://www.youtube.com/watch?v=5FUwSOl0Ces

Vamos Mudar este Tempo (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=1fSOeu_9-Zs

Vamos Alvoroçar o Mundo (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=HFGRlcxINHo

Nosso Louvor - Cantata Vamos Alvoroçar o Mundo (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=lOimciLtYCM

Oficina de Composição - PIB de Foz do Iguaçu

http://www.youtube.com/watch?v=tz8Q7zDQRYA

Jà é tempo de ação - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=ZC1Tl5uy_WU

Gente - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=z6Z_PlHpUgc

Quantos são? - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=jlohp1cYh8E


http://www.youtube.com/watch?v=L1uxyynJCKw

Nâo há como fraquejar - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=R4_-G_9osUE

Eu aceito - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=AAnmuog1lhM

http://www.youtube.com/watch?v=o2zczUQ6CfA

Já É Tempo de Ceifar - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=L3it0jTRf7c

Bb7M Ab7M
NO IR E VIR, NA LIDA NO ARADO NA CONSTRUÇÃO
Bb7M Ab7M
NO VAI E VEM, NO RUMO DA VIDA OU NA CONSTRAMÃO
Bb7M Ab7M
GENTE AQUI, ALI, ACOLÁ: QUANTOS, QUANTOS SÃO!
Bb7M Ab7M
UNS A NASCER, ALGUNS A MORRER QUE SERÁ?

Bb7M Ab7M
RICOS E POBRES, GENTE DE BEM, GENTE SEM UM CHÃO
Bb7M Ab7M
LIVRES OU PRESOS, SÁBIOS, INDOUTOS SEGUINDO VÃO
Bb7M Ab7M
VIDA SEM VIDA, SEM ALEGRIA, SEM DIREÇÃO
Bb7M Fm/Bb
QUEREM PODER, EM TUDO VÃO CRER. QUE SERÁ?

Eb7M Dm7 Gm7
HÁ UMA LUZ NO TÚNEL DA VIDA? ALGUM SALVADOR, ALGUÉM PARA CRER?
Cm7 Eb/F Bb7M Bb7
A RESPOSTA O CAMINHO A ESPERANÇA O DESTINO: O MUNDO PRECISA SABER!

Eb7M Dm7 Gm7
QUEM HÁ DE IR E QUEM FALARÁ? QUEM VAI BRILHAR? E QUEM SALGARÁ?
Cm7 Dm Eb7M Cm7 Dm Eb7M Cm7 Dm Eb F7
JÁ É TEMPO DE CEIFAR! JÁ É TEMPO DE CEIFAR! JÁ É TEMPO DE CEIFAR!


Eb7M Dm7 Gm7
HÁ UMA LUZ NO TÚNEL DA VIDA? ALGUM SALVADOR, ALGUÉM PARA CRER?
Cm7 Eb/F Bb7M Bb7
A RESPOSTA O CAMINHO A ESPERANÇA O DESTINO: O MUNDO PRECISA SABER!

Eb7M Dm7 Gm7
QUEM HÁ DE IR E QUEM FALARÁ? QUEM VAI BRILHAR? E QUEM SALGARÁ?
Cm7 Dm Eb7M Cm7 Dm Eb7M Cm7 Dm7 Cm Eb/F
JÁ É TEMPO DE CEIFAR! JÁ É TEMPO DE CEIFAR! JÁ É TEMPO DE CEI....FAR!

Bb7M ( Ab7M Bb7M ) 4X

Buscam Paz - Cantata Luz e Sal (Mônica Coropos)

http://www.youtube.com/watch?v=PgFoQ-rOYAw

Intr: C9 F7M Dm G7 C C/G C Bb7M Ab7M Bb7M Ab7M Bb7M Ab7M Bb7M
F7M C/E Dm F/G C F/G G

C9 F/C Fm/C C
BUSCAM PAZ NAS ARMAS E NAS GUERRAS ELES BUSCAM PAZ
Bº E/G# Am Am/G
NOS VÍCIOS E NAS TREVAS MAS NÃO ACHAM PAZ
F7M C6/E Bb G4 F/G
PORQUE ESTÃO TÃO LONGE DE JESUS A PAZ VERDADEIRA PAZ

C9 F9 Fm C9
BUSCAM PAZ EM BENS E VIS RIQUESAS ELES BUSCAM PAZ
Em E7 Am Am/G
NOS DEUSES E NAS CRENÇAS MAS NÃO ACHAM PAZ
F7M C/E Bb G4 G
PORQUE ESTÃO TÃO LONGE DE JESUS A PAZ VERDADEIRA PAZ

C9 C F C/E Dm
QUEREM PAZ , A PAZ, SUAS VIDAS NÃO AGUENTAM TANTA DOR
F/G C9
QUEREM PAZ , (QUEREM PAZ)
F C/E Dm F/G C
CAPAZ DE TRAZER DESCANÇO E DAR-LHES TERNO AMOR !

F/G G C9 F7M C/E Dm7 F/G G C F/G C F/G

C9 F/C Fm/C
BUSCAM PAZ (BUSCAM PAZ) NAS ARMAS E NAS GUERRAS
C
ELES BUSCAM PAZ (BUSCAM PAZ)
Bº E/G# Am Am/G
NOS VÍCIOS E NAS TREVAS MAS NÃO ACHAM PAZ
F7M C6/E Bb G4 F/G
PORQUE ESTÃO TÃO LONGE DE JESUS A PAZ VERDADEIRA PAZ

C9 F9 Fm C9
BUSCAM PAZ EM BENS E VIS RIQUEZAS ELES BUSCAM PAZ
Em E7 Am Am/G
NOS DEUSES E NAS CRENÇAS MAS NÃO ACHAM PAZ
F7M C/E Bb G4 G
PORQUE ESTÃO TÃO LONGE DE JESUS A PAZ VERDADEIRA PAZ

C9 C F C/E Dm
QUEREM PAZ , A PAZ, SUAS VIDAS NÃO AGUENTAM TANTA DOR
F/G C9
QUEREM PAZ , (QUEREM PAZ)
F C/E Dm F/G C
CAPAZ DE TRAZER DESCANÇO E DAR-LHES TERNO AMOR !

Gb/Bb Ab/C Db9 Gb Db/F Ebm7
QUE.....REM PAZ A PAZ, SUAS VIDAS NÃO AGUENTAM TANTA DOR
Gb/Ab Ab Db Gb Db/F Ebm7
QUE.....REM PAZ , (QUEREM PAZ) CAPAZ DE TRAZER DESCANÇO
Gb/Ab D9
E DAR-LHES TERNO AMOR !
Db/F Ebm7 Gb/Ab D9 Gb Db/F Ebm Gb/Ab Db
DE TRAZER DESCANÇO E DAR-LHES TERNO AMOR !

Crianças Para Jesus (Mônica Coropos e Diego Cardozo)




http://www.ufmbb.org.br/cnec/download/Criancas%20para%20Jesus.mp3

http://www.youtube.com/watch?v=BdrZqy5lOJ0

Por Cristo Vou Composição: Mônica Coropos

Por tanto tempo não entendi
Que a ordem dada era também pra mim e nada fiz.
Ouvia notícias dos que seguiam deixando tudo
E dizendo sim, mas eu não me comprometia.
O tempo me fez entender a urgência
De atender o teu chamado, ó deus!
Não vou perder mais um segundo.
Que parte tenho eu para divulgar a salvação que recebi?
Eu decidi!
Por cristo vou até os confins da terra.
Digo sim! chamado maior me espera.
Vou e deus estará comigo!
A missão cumprir por cristo,
Vou até os confins da terra.
Digo sim! chamado maior me espera.
Vou e deus estará comigo.
A missão cumprir por cristo, sim!
Faço tudo por causa do evangelho!


http://www.youtube.com/watch?v=dBgm6RSepBo

http://www.youtube.com/watch?v=CowMiumjMs8

PEPE lança CD infantil de Mônica Coropos com versão em inglês


O Programa de Educação Pré-Escolar (PEPE), lançou mais uma ferramenta para apoiar o trabalho desenvolvido nas mais de 300 unidades do projeto em 15 países onde está instalado. Trata-se de um CD de músicas infantis com versões em português e em inglês.

O CD, com o lema “PEPE – Esperança e alegria para a criança”, contém 16 músicas e playbacks. A produção desse trabalho é de Mônica Coropos, Ministra de Música da PIB de Irajá, Rio de Janeiro/RJ (foto ao lado). Segundo a missionária Terezinha Candieiro, Coordenadora Internacional do PEPE, a inclusão da música no currículo do Programa justifica-se pelo fato dela contribuir para o desenvolvimento das crianças em várias áreas. “A música aumenta a capacidade de concentração e ajuda a desenvolver o raciocínio lógico-matemático e a memória”, diz a missionária. Ela defende a tese de que o uso pedagógico da música deve se estender a todas as áreas da aprendizagem e deve fazer parte do currículo pré-escolar.

O primeiro CD, apenas em português, foi lançado no final de 2009 e distribuído nas várias unidades do PEPE no Brasil, e em Angola, Moçambique, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. A expectativa agora é que a versão em inglês alcance ainda mais crianças e seus familiares nos países que utilizam o idioma como língua oficial ou principal. A próxima empreitada da equipe do PEPE, de acordo com Terezinha Candieiro, é lançar o CD nos idiomas espanhol e francês, ampliando a ação desta abençoada ferramenta.

Os interessados em adquirir o material devem enviar uma doação, no valor de R$ 10,00, para o PEPE Network. O valor arrecadado será revertido para a produção dos próximos CDs. Outras informações através do e-mail exec.central@pepe-network.org , ou do telefone (11) 3739-0302, de segunda à sexta-feira, no horário das 9 às 15h.

Fonte: site Junta de Missões Mundiais - notícias



sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Meu TRATAMENTO com Deus

16 de abril de 2010
(Nm. 14. 1-25)
Nos acostumamos, como povo de Deus, a usufruir da Sua presença e de suas dádivas. Aqueles, então, que nunca viveram fora do ambiente eclesiástico – e, diga-se de passagem, são privilegiados por isso – acham muito natural desfrutarem da vida cristã e dos mimos de Deus.
O povo de Israel é um exemplo clássico disso. Neste capítulo, vemos que, após todo cuidado, proteção e zelo de Deus, o povo chora e se revolta.
Nós também somos assim: choramos e até nos revoltamos, por não percebermos o que o Senhor é, tem feito, e faz. Ousamos reclamar e murmurar diante de tudo que recebemos imerecidamente. (1-3)
O pior é, que, por muitas vezes –concisentemete ou não – escolhemos outro dono para nossa vida. Alguém ou algo que colocamos no lugar de Deus, por “sua inoperância”.
O povo de Israel também assim o fez. (4)
Mas a parte linda da história é que nem todos escolhem agir assim. Preferem prostrar-se com rosto em terra, rasgar suas vestes, clamar pelo povo. Moisés e Arão, assim como Josué e Calebe assim o fizeram. Eles queriam que o povo percebebesse a excelência da terra, e o engano de não ser agradável a quem nos dá tudo. Como eles, sempre vemos gente assim no nosso meio: gente disposta a ofertar o melhor, as prímícias, a se derramar a si próprio como oferta de louvor, preparada com fogo, mas que subirá com aroma agradável ao Senhor. (5-14). Gente que apresentará sua oferta, e ainda se sacrificará pelo irmão que ainda não se tocou das maravilhas que desfruta na presença de Deus.
A igreja é assim: corpo que segue por ter gente disposta a se dar um pouco mais até que o irmão encontre o prumo no caminho.







Gente que prova do fruto antes e diz: “É bom!” E faz ecoar a delícia que é crer no Senhor por todas as gerações.

Nós também somos assim (Mônica Coropos)

(Nm. 14. 1-7)
Como povo de Deus, nos acostumamos a usufruir da Sua presença e de suas dádivas. Aqueles, então, que nunca viveram fora do ambiente eclesiástico – e, diga-se de passagem, são privilegiados por isso – acham muito natural desfrutarem da vida cristã e dos mimos de Deus, muitas vezes sem a gratidão dos que já experimentaram viver sem Ele.
O povo de Israel é um exemplo clássico disso. Neste capítulo, vemos que, após todo cuidado, proteção e zelo de Deus, o povo chora e se revolta por não confiar que Ele não os desampararia.
Nós também somos assim: choramos e até nos revoltamos, por não percebermos o que o Senhor é, tem feito, faz. Ousamos reclamar e murmurar diante de tudo que recebemos imerecidamente. (1-3)
O pior é, que, por muitas vezes –conscientemente ou não – escolhemos outro dono para nossa vida. Alguém ou algo que colocamos no lugar de Deus, por “sua inoperância” ou demora em nos atender. O povo de Israel também assim o fez. (4)
Mas a parte linda da história é que nem todos escolhem agir assim. Preferem prostrar-se com rosto em terra, rasgar suas vestes, clamar pelo povo. Moisés e Arão, assim como Josué e Calebe assim o fizeram. Eles queriam que o povo percebesse a excelência da terra, e o engano de não ser agradável a quem tudo provê. Graças a Deus, sempre vemos gente em nosso meio que, assim eles, está disposta a ofertar o melhor, as prímícias, a se derramar como oferta de louvor, preparada com fogo, mas que subirá com aroma agradável ao Senhor. (5-7). Gente que apresentará sua oferta, e ainda se sacrificará dando um pouco mais pelo irmão que ainda não se tocou das maravilhas que desfruta na presença de Deus.
A igreja é assim: corpo que segue por ter gente disposta a se dar um pouco mais até que o irmão encontre o prumo no caminho. De que lado estamos?

COMPOSIÇÃO

Uma das maiores alegrias da minha vida é compor. A cada música que brota, eu me sinto mais devedora a Deus. É Ele minha fonte, minha maior inspiração. Expressar os sentimentos, desenvolver um tema, gerar uma obra... não poderia vir de mim somente... É parceria com Deus. Um privilégio que procuro honrar.

Para ser um músico-servo Mônica Coropos

Comecei cedo a caminhada musical cristã. Aos 10 anos já tocava num grupo jovem e até ajudava no ensaio do coro tocando as notinhas de cada voz. Em todo esse tempo, tenho convivido de perto – muito de perto – com meus colegas-irmão-músicos. Pra quem nasceu e foi criada na igreja, ser corista, instrumentista, regente, backvocal, passar por um ensaio atrás do outro no domingo, fora os da semana... Da agitação e desgaste, até a euforia e sentimento de dever cumprido quando as coisas dão certo, as vidas se convertem, a igreja canta “como se arrebatada”... Que privilégio, digo sempre: amo muito tudo isso!
Hoje, estou aqui simplesmente para deixar registrado a nós e às futuras gerações de que vale à pena mesmo participar do Ministério de Música de uma igreja local. Se você trabalha com música em outras esferas, sabe que faz diferença todo “estágio”, oportunidades, experiência e prática que a igreja dá. E se você é músico na igreja, mas trabalha em outra área na vida, sabe que, de igual modo, sua vida não seria igual sem a vivência que você tem. Então, estamos conversados: é bom pra todo mundo.
Privilégio imerecido mesmo, esse de ser crente-músico. Já pensou sobre isso? Então, vamos caminhar juntos na reflexão. Vem comigo, e observe os pontos a seguir:

• Olhe como as coisas acontecem na igreja. Todos são músicos em potencial. A música se mistura à história da igreja, do berçário à terceira idade. Como um, cantamos hinos em culto ao Deus do nosso louvor. Isso nos iguala, nos torna corpo. A música é ferramenta, o músico, um instrumento. Na congregação, não sou doutor ou aprendiz: Sou adorador.
• O ponto acima aponta pra uma verdade: tudo que sou, tenho, habilidades e performances, talentos... tudo é Dele e para Ele. Significa que, se sou um músico, devo tirar a glória de mim todo o tempo e tributar tudo a Deus. É um trabalho contínuo. Um exercício. Um cuidado. Quando reconheço que é Dele o louvor, toda a excelência da performance deve ser canalizada pro lugar certo: para o Senhor! A glória não é minha. Mesmo que uma plataforma mais alta, jogos de luzes, aplausos ou reconhecimento estejam sobre mim e meus talentos, a Ele toda a glória. Difícil? Não deixe de exercitar. Muitas vezes, isso vai sugar mais de você do que a própria partitura...
• Na igreja, todos devem ter oportunidades. Os que estão chegando, acolhidos e inseridos nos grupos, posteriormente, nas escalas. Os menos experientes aprendendo com os formados. Os formados, aprendendo a discipular, lembrando como começaram todo o tempo, dando oportunidades, porque, afinal, não querem ser notados, mas estão conscientes de que precisam deixar um legado. Alguém já disse que um bom líder é aquele que consegue deixar tudo funcionando, mesmo quando ausente. Significa que frases do tipo “se eu não, for nada acontece” estão totalmente out.

• O ponto a seguir é sério demais: Veja sua liderança como autoridade sobre sua vida. Parece chover no molhado, mas tenho visto alguns não atentarem para este fato. Um líder sobre sua vida não necessariamente toca, rege ou canta melhor que você. Mas é autoridade, e você deve honrá-lo. Um líder nunca deve ser tratado com deboche, não deve ser alvo de comentários maldizentes ou não edificantes quando ausente, nem mesmo em família. Deve ser ajudado, ter no seu músico um ajudador, um filho, um amigo. Isso, sim, faz com que críticas sejam aceitas, idéias novas sejam incorporadas, o trabalho expanda. Mentes santas de líderes e liderados só podem gerar crescimento do Reino, da igreja local aos confins da Terra.

• Relacionamento vem antes de fazer música junto, sabia? Pois é. Tudo isso que já está na bíblia há um tempão e que ganha cada vez mais espaço no mundo, deve ser premissa pra nós: ser time, ser equipe, pensar o bem coletivo, ... Só vai acontecer se eu e você nos preocupamos com o outro pelo que ele é, e não porque ele toca ou canta bem (ou mal!). Exigirá tempo, oração com e pelo outro, encontros fora dos ensaios, lista de e-mails, visitas... Lembra das músicas “eu preciso de você, você precisa de mim”, “somos um pelos laços do amor”, “somos corpo, e assim bem ajustados”...? Pense também naquela: “a começar em mim, quebra corações, pra que sejamos todos um”... Aí, vai ficar fácil entender aquela olhada, aquela piscadinha na hora de voltar pro refrão, e até quando o arranjo não ficou como no ensaio... Relacionamento e comunhão entre músicos e demais irmãos da igreja (sim, músicos são parte da igreja, devem relacionar-se com todos!). Todos ganham também.

• Nem ia entrar na questão, mas, já que estou aqui vou falar de culto. Você já deve saber que a forma “que dá certo” numa igreja não é necessariamente a que dá pra outra. Cada grei tem seu jeitinho – que saudável a diversidade saudável! – de cultuar a Deus. E grife isso: é a Ele a quem devemos agradar em um culto. Portanto, trabalhe em você, depois em toda a congregação, que nem sempre será o hino ou canto que eu prefiro. Afinal, estamos falando de uma “platéia de um só” - o Senhor. O culto é centrado Nele. A pergunta é: O Senhor se agradará dessa música? E...

• ... se é assim, seria bom dar uma verificada na mensagem do que veiculamos no culto, através das várias formas de musicá-lo: Coros, grupos, bandas, danças... A letra aponta pra Cristo? Cuidado pra não ser um mero reprodutor do que a mídia evangélica tem tocado. O conteúdo, a coerência com a Bíblia, os erros de concordância... “pano pra manga” esse assunto.

Concluindo, penso que podemos caminhar muito atentando para os pontos acima. Precisamos dialogar o tempo todo para crescermos como igreja no tempo que se chama hoje. Eu não quero ser entrave pro crescimento espiritual de alguém ou para a grande obra de evangelização. Quero ser músico-servo, cabeça aberta, mente de Cristo. Você quer também, eu sei. O Senhor quer, e tem procurado quem assim o seja. Então, é isso.

Músicos envolvidos com Missões? Sim! (Mônica Coropos)

Vejo a obra missionária como um grande privilégio para todos os crentes. É a grande comissão em ação, é obediência!
Conscientes da missão - do Ide - que é a ordem dada por Jesus, os músicos não podem se esquivar de cumpri-la: ao contrário, precisam reconhecer que o talento dado pelo próprio Deus precisa ser usado para o serviço mais excelente de todo cristão. Divulgar a boa nova através da ferramenta que é a música, entrar em lugares que outra ferramenta não entraria, colocar-se disponível para ir se for preciso... O Deus do nosso louvor faz estas coisas com aqueles que dizem “Eis-me aqui!”
A Música tem um alcance espetacular:
• Se você compõe, pode criar canções com mensagens que incentivem os crentes a se envolverem na obra. Crentes de todas as faixas etárias precisam cantar a fé e serem despertados a fazer missões! Hoje em dia, a internet nos ajuda na divulgação de nossas obras. Que tal disponibilizar para o público suas composições missionárias? Como temos carência deste tema em nossos dias...
• Se você tem habilidades de reger, é hora de juntar um coro e combinar viagens missionárias, ensinar canções missionárias para a congregação...
• Se você é professor de Música, que tal equipar quem vai para os campos com repertório e atividades musicais para as faixas etárias?
• Se você faz versões ou traduz, pode criar hinários, verdadeiras compilações com hinos missionários de todas as épocas, para todas as idades ...
• Se você leva jeito para produzir, que tal um Musical Missionário, uma Festa dos países?
• Se você toca ou faz arranjos, criar sonoridades novas para hinos antigos, medleys...
Eu poderia continuar dando asas à imaginação... Quanta oportunidade para servir! Enquanto escrevo, a vontade é a de levantar e começar um novo projeto musical missionário. Aí me lembro de quando observava o saudoso e muito amado Pastor Marcílio de Oliveira Filho, contagiando os crentes por onde passava com seu ardor missionário, expresso em suas diversas composições, ou quando conduzia as grandes programações, mas, sobretudo, quando reunia um pequeno grupo de músicos antes destas para dizer o real motivo de estarem ali e orar pedindo ao Senhor que os usassem como instrumentos... “Farol, ponte, abrigo, flecha que acerta o alvo...”: Não posso cantar esta música sem lembrar deste músico missionário!

Para nossa alegria, o Senhor da Seara conta conosco, músicos de coração quebrantado e que entendem que o talento, a música é ferramenta na adoração e no serviço, e que penetra em lugares – geográficos e do coração – que outras ferramentas não podem entrar.
Sigamos juntos como Músicos Batistas Brasileiros abençoando aqueles que necessitam da graça do Pai!
Resta repetir a oração da minha vida, que pode ser a sua também:
“Usa, Senhor,
todo meu ser pra teu louvor
Mãos, pés e voz:
Tudo consagro a ti!
Não há no mundo nada melhor
Que dia a dia trabalhar por Jesus
Por isso tudo te entrego, ó Deus
Enquanto nesse mundo viver!”

VEM (Mônica Coropos, maio 2010)

VEM (Mônica Coropos, maio 2010)
Desespero
Medo
Angústia e dor
Sentimentos ou momentos
Tempestade
Desamor
Passa o tempo
Tão depressa
De que vale o meu correr
Se não chego,
No sossego
Estou sempre a me abater?
Nessas horas
Meu refúgio
Vem do alto, protetor
Não me lembro de um dia
Que falhaste em Teu amor
Teu socorro bem presente
Teu afago e direção
São o rumo da minha vida
Quando tudo diz que não
Todo dia, luta infinda
Todo dia, teu cuidar
Todo dia, meus temores
Todo dia, teu amar
Se tropeço, me levantas
Se me fecho, me renovas
Se eu choro, me quebrantas
E se erro, vem salvar
Se espero, vacilante,
És resposta, meu Senhor
Não há outro em minha vida
Eu careço, fraco sou
Mas me amas, me renovas
Me abraças e sustém
Não desprezas esse filho
Antes, sempre, me diz: vem!

Vontade de viver

Hoje acordei renovada. Ânimo, sonhos, esperanças. Tomei um banho, parti pra vida com uma vontade de acertar e ser útil.
Como é bom saber que, basta uma atitude, um novo olhar ante os desafios, uma postura diferente pra tudo começar a mudar. Como diz a música "Coisas de nós", que compus há alguns anos atrás, "tudo acontece como sempre aconteceu... mas..." a mudança vem de dentro pra fora, e podemos viver... plenamente.